Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de maio de 2011


Você sente que era importante estar no tribunal todos os dias durante as audiências preliminares?

Sinto que tinha que estar ali. Estive com ele todos os dias durante seu último julgamento. Não me sentiria bem se não estivesse ao seu lado.

Foi difícil estar na sala com alguém acusado de ser o responsável pela morte de seu filho?

Sim, é muito difícil ouvi-lo mentir e vê-lo sabendo que ele estava ali para cuidar do meu filho que morreu sob os seus cuidados. Creio que foi muito
negligente. Isso me faz sentir mal. Não suporto olhar para ele.

Você está informada e conhece as evidências que apresentaram contra Murray. Você acha que a acusação tem um fundamento sólido?

Isso mesmo. O castigo, se condenam a Murray, é, afinal, por homicídio culposo.

Creio que o máximo da pena é de quatro anos. Como se sente sobre isso?

Nada bem absolutamente. Creio que se alguém está sob os cuidados de um médico, especialmente de um médico, e morre enquanto está sendo 
supervisionado, acredito que quatro anos não são suficientes para alguém que perdeu a vida pelas mãos de outro. Acho que deveria pagar pela vida
do meu filho. Acho que deveria pagar por isso.

Nos últimos anos você tem sido a tutora de Prince, Paris e Blanket. Eles mostram curiosidade sobre o julgamento ou estão por fora e fazem o que 
as crianças na sua idade fazem?

Fazem o que as crianças da mesma idade fazem. Não falo sobre isso com eles. Não quero que... são jovens. Quero que sejam felizes. Isso lhes entristeceriam. 

Tem alguma novidade? Há muita curiosidade e interesses sobre Prince, Paris e Blanket. Prince tem 14, Paris 13 e Blanket 9. Como estão?

Estão bem. Blanket está agora esperando sua professora. Ele é ensinado em casa e os outros dois vão a uma escola particular.

Como é Prince? Quero dizer, um garoto de 14 anos, uma idade turbulenta.

Isso mesmo. É a idade em que começam a... odeio dizer, mas nessa idade começam a notar as garotas, ter namoradas ou coisas assim. Mas é só amor
adolescente. Paris está bem e o pequeno ainda está jogando. Está bem. Todos estão.

Você disse em uma entrevista recente com a AP que havia muitas mentiras sobre seu filho e muitos mal-entendidos. Pode esclarecer alguns que queira contar para nós?

Bom, o primeiro que quero lhe dizer é que isso de que Michael abusava de menores, essa é a maior mentira já contada. Ninguém parece saber que o 
primeiro garoto que lhe acusou, depois da morte de Michael apareceu um artigo que ele confessava que Michael nunca lhe tocou. Foi uma grande 
mentira de seu pai que queria ficar rico. Ele disse, "desculpe, eu não pude dizer antes que ele morresse".

Mesmo assim, Sra. Jackson, chegaram a um acordo, a um pagamento que seu filho fez ao acusador. Se não era culpado, por que o pagou?

Seus advogados lhe disseram que só tinha que pagar por Michael estava em turnê nessa época. Pensaram que ao pagar o dinheiro e calar essa gente 
seria o mais correto. Mas Michael estava furioso e eu também. Enquanto me inteirava do assunto o chamei e lhe perguntei, 'porque fez isso? 
Assim vai parecer culpado'. Ele me respondeu, 'os advogados me disseram o que fazer. Eu tampouco queria mãe. Eu queria lutar por que não era 
verdade'.

O que mais causa falta sem Michael?

Sabe, eu não posso dizer o que eles mais sentem falta. Simplesmente sentem falta dele. Ponto. Eu sinto falta dele por que ele não está aqui. Sinto 
falta de sua voz, falta dele cantando. Às vezes, quando estávamos juntos começávamos a cantar e, eu queria lhe pedir para cantar uma canção de 
novo só porque eu amava a voz dele. Nenhum pai deveria perder seu filho. Supõe-se que não é assim.

Você encontrou alguma força e conforto?

Sim. Ter as crianças ao meu redor me ajudou muito. E dizem muitas vezes, 'bom, papai costumava fazer isso assim, papai isto, papai aquilo'. Isso 
me devolve o sorriso porque eles não o esquecem.

Agora a Sra. Jackson tem outro desafio. Está envolvida em mais de um negócio. Pode nos contar algo?

Sim. Tenho uma coleção de flores. Conheci uma pessoa que está fazendo comigo através de um amigo. As flores me encantam e ele me disse que sua 
família estava há anos no negócio de flores e pensei que seria uma boa ideia e uma boa coisa para fazermos juntos. E aqui estou com minha 
coleção de flores. Adoro as flores. As tenho por todo o meu pátio, minha casa, por toda a parte.

Muita gente estará pensando no dia das mães (...) O que pensa sobre seu papel como mãe de nove filhos, do que mais se orgulha?

O que mais me orgulho é que nunca tive que... criei meus filhos para que fosses bons e obedientes a lei. Nunca tive problema com eles. Eles criaram seus filhos da mesma forma. Tenho uma grande família agora. Estou orgulhosa de que não me deram problemas e sejam cidadãos obedientes da lei. Isso me alegra. Não tenho que me preocupar por isso.

(resumo da entrevista)Crianças de Michael Jackson Quer Futuro em Showbiz


Os filhos mais velhos parece que devem continuar no final o caminho do 
pai como artistas, mas eles estão de olho em filmes e de qualidade.

Good Morning America, com sua "âncora Robin Roberts falou exclusivamente com
Katherine Jackson , avó das crianças, e com os próprios filhos: Prince Michael, 14, Paris, 12, e Blanket, 9. A criança abriu o jogo sobre sua vida e falou de planos para o futuro. 
"Eu estou olhando para um par de oportunidades no
show business. Principalmente produção", Prince Michael disse
na entrevista que foi ao ar hoje . Ele acrescentou que seu interesse na produção de filmes tinha o apoio de seu pai famoso. A mãe de Jackson, Katherine, disse a Roberts, que seu filho tinha aulas com o Prince sobre produção de filmes. 
"Tivemos um professor da UCLA que vinha a nossa casa e faziamos aulas de filmes lá", disse Prince. E quando nós estávamos na Irlanda, iria filmar um par de filmes com ele, também. " 

Crianças querem Futuro em Entretenimento 

Paris quer ser atriz. "Estou pensando em uma audição para a próxima semana", disse ela. As crianças testam sua criatividade em casa.
"Paris se Veste como uma pequena garçonete ou algo assim, e grava seus pequenos filmes", disse a avó.Katherine disse que os netos a confortam, porque eles estão fazendo o que seu pai teria desejado. 
A lenda pop morreu 25 de junho de 2009 após ter sido administrada uma dose letal de propofol, um poderoso sedativo intravenoso.

Uma vez que a estrela pop morreu, Katherine tem cuidado de seus filhos. 
Apesar do tempo que passou, ela ainda sente profundamente a perda de seu filho. "Não há uma hora do dia em que eu não pense sobre o meu filho. Isto que é difícil", disse ela. 
As dificuldades que ele enfrentou durante sua vida - incluindo 
alegações de que ele molestou sexualmente crianças - ainda pesam na 
mente de Katherine. Seu filho só queria ajudar as crianças, nunca prejudicá-las, disse ela. 

"Michael tinha um coração muito bom" 

"Michael tinha um coração muito bom", disse Katherine Jackson.
"Pessoas fizeram mal a ele. Todas as mentiras que foram 
contadas e do jeito que ele sofria com essas pessoas com o que tinham feito a 
ele, essas pessoas perversas. Fico chateado quando penso nisso. ... Mas 
por tudo isso, ele ainda manteve a compostura e ele ainda não 
estava lá dentro com raiva. Mas ele ainda tentou ajudar as crianças. "
Agora seus filhos estão tomando o controle, seguindo os passos de seu pai e doando a quem precisa. As crianças recentemente participaram de um evento de caridade em nome da Fundação Heal the World.
Prince Michael serve como um membro do conselho. " Ele disse que ele e seus irmãos querem 
"continuar o que nosso pai estava fazendo, assim queremos ajudar as crianças de todo
o mundo. E os animais que não podem falar por si mesmos." "Idem", acrescentou Paris.
Seu pai era uma figura controversa e polêmica que não termina com a morte do cantor. Katherine
Jackson está lidando com um processo por violação de direitos autorais 
apresentada pelo espólio do filho contra o seu parceiro de negócios, 
Howard Mann. 

Mann dirige um site que apresenta músicas de Michael Jackson, de vídeo e
um livro que Katherine escreveu sobre a vida de seu filho falecido. Mann e a fundação Heal the World estão ambos em litígio com a massa falida. 

A propriedade tem obtido uma ordem judicial que 
proíbe a fundação de usar o nome de Michael Jackson,mas Katherine e 
outros membros da família os apoiam. "Eu acho que é a cobiça, fundamentalmente," Mann disse à ABC News. 

"Eu acho que barrar em tribunal que Sra. Jackson use o 
nome de seu filho ou também a Fundação Heal the World, é totalmente ridículo para mim. Eu 
não entendo isso, pois só um grupo de advogados quer assim
".
Em um comunicado para "Good Morning America", a propriedade de Jackson
disse acreditar que Mann está fazendo essas acusações para seu próprio 
ganho financeiro. "A atual Fundação
Heal the World não tem relação com a caridade de Michael Jackson, que 
tocou tantas vidas antes de se tornar inativa há vários anos antes da 
morte de Michael ... O Estate não acreditam que as crianças de Michael 
deve ser usado para explorar uma fundação
As crianças ja tem escolaridade normal

As 
crianças podem permanecer empenhada em cumprir o legado de seu pai, mas 
eles também estão focados em viver a sua vida tão normal quanto 
possível. 
"Esta é
a primeira vez que eles já tinham escolaridade regular. Eles sempre 
tiveram estudo em casa antes", disse Katherine Jackson sobre Paris e Prince. Blanket ainda está estudando em casa.

"Eles parecem estar se adaptando bem a ela. Eles adoram. Eu nem sequer 
tenho que fazê-los se levantar, apenas digo, levante-se e prepare-se para a 
escola." Os assuntos favoritos de Prince Michael? "Game e almoço", disse ele brincando. Ele também joga basquete, e recentemente ganhou um jogo no fim da temporada. "Ele é uma besta!" Paris disse sobre as habilidades de seu irmão na quadra de basquete.

*NEW PHOTOS* (May 17th) Prince,Paris and Blanket Jackson (2011)


































Lisa Marie Presley


Lisa Marie, passou por 4 casamentos: A primeira vez que casou-se foi em 1988 com o músico Danny Keough e em menos de tr~es anos de casamento, teve com ele dois filhos: A modelo Riley Keough e Benjamin Presley Storm Keough.
Lisa estava envolvida com drogas desde a juventude, muito antes de casar-se com Danny e seu vício piorou após o casamento e por causa de brigas que as drogas a faziam ter, ela começou a fazer tratamento para livrar-se delas e aparentemente conseguiu se livrar do vício. O casamento durou pouco mais de seis anos, terminando em 1994.
Logo Depois no mesmo ano, 1994, após 20 dias de seu divórcio sair, Marie casou-se com o cantor Michael Jackson na República Dominicana, a Cerimônia durou 15 minutos e então Lisa e Michael, que já se conheciam há alguns anos atrás, selaram o Matrimônio.
Lisa e Michael se apresentaram como casal no MTV Music Awards, os dois seguiram por uma passarela e logo depois se beijaram. Porém o Matrimônio terminou no ano seguinte, no mês de Dezembro, quando Michael preparava um show para o Lançamento do seu CD HIStory. Lisa Presley entrou com um pedido de divórcio no ano de 1996, alegando ser impossível a reconciliação do casal, mas entre os anos de 1996 e 1998, os dois foram vistos juntos várias vezes, porém depois disso se separaram de fato.
Após mais de um ano da morte do ex-marido Michael Jackson, Marie decidiu contar tudo o que aconteceu no dia em que ficou sabendo da morte do cantor e revelou fatos de seu casamento com ele.
No ano de 2002, Lisa Presley casou-se mais uma vez, só que dessa vez com o ator Nicolas Cage, a cerimônia foi feita ao ar livre, porém o matrimônio durou três meses e o divórcio só veio a sair em 2004.
No ano de 2006, Lisa Presley casou-se com o guitarrista da sua banda, Michael Lockwood, a cerimônia foi realizada no Japão, uma cerimônia simples, apenas para pessoas íntimas de sua família.Lisa foi pega de surpresa e teve filhas gêmeas idênticas. em 2008 com seu marido.

Médico de Michael Jackson é obrigado a depor



O médico responsável por receitar uma das drogas que causou a morte de Michael Jackson foi obrigado a depor em defesa do Dr. Conrad Murray, médico do astro, segundo o site americano TMZ.

O médico e anestesista Dr. David Adams passou a droga, conhecida como propofol, a Michael em momentos isolados em 2008, um ano antes de sua morte. David foi requisitado pelos advogados do Dr. Conrad para testemunhar no caso de homicídio culposo. Ele terá que contar quais seriam as reações de Jackson ao ingerir o remédio.

No entanto, o Dr. Adams não quer aceitar a intimação judicial, pois diz ser uma pessoa discreta e que não fará muita diferença para o desfecho do caso. O doutor ainda revela que já perdeu vários clientes por ter seu nome envolvido na morte de Michel Jackson.

Primogênito de Michael Jackson e a namorada vão ao cinema


Imagem
Em shopping de Los Angeles, o filho do rei do pop passeia com a amada, Niki Berger, após sessão do filme Thor. Juntos desde outubro, eles se conheceram na escola. Primogênito do inesquecível Michael Jackson (1958-2009), Prince Michael (14) não lembra mais aquele garoto com ar desprotegido que comoveu a todos no funeral do pai. Crescido, ele começa a desvendar os mistérios do amor nos braços da graciosa colega de escola Niki Berger (13). Apaixonado, o casal, que começou a namorar em outubro do ano passado, assistiu à sessão matinê de Thor, em um shopping de Los Angeles. Fruto da união de três anos do astro com Debbie Rowe (52) - com quem Michael também teve Paris (13) e brigou pela custódia dos filhos -, Prince deixou o local abraçado à adolescente de marcantes traços asiáticos e, acompanhado de seus seguranças, conversou animadamente com sua eleita. "Quando tudo no amor fica complicado, demora apenas um dia para mudar isso. Amo você", postou a garota em seu Twitter, sem citar o nome do amado. "Estou pronta para ser adulta e fazer o que quiser, quando quiser", escreveu, ainda, Niki em seu microblog. Além de passeios com sua musa, aulas de atuação, basquete e futebol ocupam a agenda do herdeiro do eterno rei do pop. "Por meio de suas músicas, meu pai passou uma mensagem simples: amor", costuma dizer Prince. "Meus irmãos e eu vamos continuar a propagá-la e a ajudar o mundo", emendou ele, referindo-se a Paris e ao caçula Prince Michael II (9), conhecido como Blanket, cuja mãe é desconhecida. Assim como os irmãos, Prince mora com a avó Katherine Jackson (81) desde a perda do pai. A matriarca do clã obteve a guarda das crianças após a triste morte do cantor, em 25 de junho de 2009, atribuída a uma overdose de remédios que Michael teria tomado horas antes para dormir e combater a dor.
Fonte: Number Ones/Revista Caras

Joe Jackson nunca deixará de explorar Michael Jackson


Joe Jackson alugou a casa de campo Playboy, perto de Vallauris. Uma casa opulenta, com vista fabulosa sobre o Mediterrâneo. Na beira da piscina, um grande sofá cama, com almofadas em forma de coelho. Sem dúvida, estamos realmente na casa de Hugh Hefner. O pai de Michael Jackson fez a sua aparição por volta das 11 horas, marcha lenta e jóias de ouro, pesado, muito brilho em volta do pescoço, dedos anelares e pulsos.
Nos primeiros minutos, Joe confirma tudo o que nós pensamos dele antes de conhecê-lo. O pai de Michael Jackson não é um sujeito simpático. Caráter sagrado, se ele decide não se prestar ao jogo dos fotógrafos (” faites hello, pliiiz, mister Jackson!”) (“fazendo olá, por favor, Sr. Jackson!”), ele não o faz mesmo. Ponto. Além disso, ele sente por completo o cheiro do dinheiro no seu nariz, por conseguinte a manipulação do círculo dos conhecidos. 
Joe Jackson dá a impressão de colocar a sua assinatura em muitos contratos, dos quais apenas os detalhes financeiros lhe interessam. A prova está neste perfume com lançamento em 09 de Junho, em nome de seu celebre filho, falecido. “É claro que isto se vai vender“, murmura ele, triturando uma das garrafas. “É bom e tem o nome de Michael em cima“, disse ele espargindo uma careta.Um perfumistas francês, precisamente de Grasse, criador dafragrância, explica: “..Joe Jackson é muito talentoso.Ele queria algo forte, algo que cintile, porque Michael movimentava-se muito. Nós já tínhamos pensado em fazer um perfume na época de “Thriller”, mas acabou por não acontecer.
Joe Jackson também nos contou sobreHappyland, uma cópia do projecto de Neverland a ser implementadas no Vietnã. Um grande parque de diversões, com várias estrelas com mil quartos. “Quero que o legado de Michael continue. Ele tem recordes quebrados. Estou muito orgulhoso do que ele deixou“, disse o patriarca.Ele evoca a idéia de um filme. E também de um livro . “Um livro que falará dos momentos maravilhosos e dos difíceis do final de vida de Michael.” Joe volta a falar na teoria de assassinato. “Michael me disse que estava com medo de ser morto pela sua edição. Ele estava com medo.”
Joe não é muito falador. Antes de se levantar e caminhar para enviar aos jornalistas um gesto de contrariedade com as mãos, ele nos disse por que ele escolheu para vir ao Festival de Cannes este ano. “Durante anos eu tentei manter a minha família unida. Hoje, eu quero me divertir. Eu disse, vamos para Cannes para nos divertir. Os comentários negativos da imprensa?” Eles fazem troça. ”Eu não me importo com isso.Eu não me importo. “Fazendo dinheiro, tanto quanto possível, sobre as costas de Michael. “Nós queremos estar envolvidos em tudo o que seja possível fazer. Tudo. Em todas as áreas.” Pelo menos ele não esconde isso.