Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de junho de 2011

JENET JACKSON FAZ HOMENAGEM A MICHAEL JACKSON

video
video
Janet Jackson está de volta aos palcos. Esta é a primeira vez que a cantora se apresenta após a morte do irmão, Michael Jackson em 2009, e o retorno não foi menos que emocionante, de acordo com o jornal “Los Angeles Times”. A cantora se apresentou no Gibson Amphitheatre, em LA, para uma plateia que não parava de gritar “Michael, Michael, Michael”.
E Janet não decepcionou. Ao cantar
“Scream”, uma foto dela e do irmão ainda pequenos surgiu no palco para
comoção dos fãs e dos familiares. Entre eles a mãe Katherine e os sobrinhos, filhos de Michael, Prince, Paris e Blanket.



Fontes afirmaram que a homenagem levou todos às lágrimas e que logo após o número, eles preferiram ir embora do show.




O mito Michael Jackson

Michael Jackson falamos do mito ou do homem ou do menino em sua fabulosa terra do nunca ambo e valente, explosão de alegria q se espanhol pela terra em casões q falam de amos de mudança .o rei do pop amava seus fãs e recebia de volta o mesmo carinho em todas as línguas. A historia tem repetido a mesma sentença para os ídolos da musica overdose mais overdose de medicamentos permitidos, Não precisamos de autópsia para saber o menino Michael morreu cedo em meio de tantas fantasias. Tímido ousado idolatrado e acusado. Um ídolo irreconhecível sim. Ele se escondia no mundo da fantasia sim mais espiava a realida, dól. milhos para crianças doentes. E quem esquece e dele o hino da esperança e We are the World uniu o planeta contra a fome na África. Quem era ele afinal o mito ou o menino em sua fabulosa terra do nunca?????

As coisas ainda continuam muito confusas sobre a morte Michael Jackson

A última bomba foi que a seringa que matou Michael Jackson não tem as impressões digitais de seu médico, Conrad Murray. As digitais também não pertecem a alguém da família Jackson ou a alguma pessoa identificada. Antes do uso, todas as seringas foram embaladas a vácuo e esterilizadas.

Enquanto isso, outros mistérios complicam ainda mais o caso. O guarda-costas de Jackson entregou as filmagens de sua mansão à polícia - tais filmagens que iriam identificar definitivamente o assassino do Rei do Pop. Porém, ela alega ter "perdido" as fitas. Na verdade, o termo certo não é nem 'perder', pois, ao que consta no TMZ, a polícia de Los Angeles apagou propositalmente as 24 horas gravadas, deixando apenas 4 minutos (o tempo em que Michael está chegando em casa), porque ela "nunca soube que a morte de MJ se transformaria em um caso criminal".

Eles achavam que a morte de uma das pessoas mais famosas do mundo não poderia se transformar em um caso criminal, e apagaram as maiores provas sem nem mesmo vê-las! Muito estranho.

Outro fato intrigante foi o sumiço de 1 milhão de dólares em dinheiro vivo da casa de Michael Jackson após sua morte.

A defesa, que já usou milhares de 'teorias' a seu favor (inclusive a de que o Rei do Pop teria se suicidado), agora alega que uma outra pessoa entrou na mansão, aplicou o Propofol e fugiu com o dinheiro. Ao que parece, ainda teremos muitas especulações pela frente, que não passarão de simples especulações, pois a única prova concreta, as fitas das câmeras da mansão, foram destruídas pela própria polícia.